Práticas de autocontrole levam a comportamento 'raivoso'

Mau humor durante dietas é um bom exemplo dos resultados de estudo norte-americano

estadão.com.br,

18 Março 2011 | 21h46

SÃO PAULO - Pessoas que praticam o autocontrole tendem a ser mais agressivas e serem atraídas por mensagens e rostos que expressam este tipo de sentimento. O estudo, conduzido pelas pesquisadoras David Gal e Wendy Liu nos Estados Unidos, também mostrou que estas pessoas não gostavam de frases que diziam o que elas deveriam fazer.

"Nós avaliamos se exercer o autocontrole poderia de fato levar a comportamentos agressivos, até mesmo naquelas situações em que este tipo de comportamento possa parecer sutil", disse as autoras.

É comum encontrar pessoas de dieta que acabam ficando de mau humor. Em uma das observações, uma pessoa que escolheu comer uma maça ao invés de uma barra de chocolate acabou preferindo filmes mais "raivosos", dos tipos que mostram algum tipo de vingança.

Em outro exemplo, pessoas que precisavam controlar os gastos e escolheram um cupom-presente de guloseimas no lugar de um serviço de spa mostraram mais interesse em olhar para rostos com expressões raivosas e menos interesse em faces que indicavam medo.

Palavras que indicam o que elas devem fazer também pareceram ser um problema para quem pratica o autocontrole. Aqueles que escolheram lanches mais saudáveis ficavam irritados quando se deparavam com mensagens de marketing que usavam palavras do tipo "você tem que" e "você precisa de".

"Os responsáveis por políticas públicas devem ficar alertas sobre o resultado potencialmente negativo do encorajamento público do autocontrole nas escolhas diárias das pessoas", disseram as autoras do trabalho. Para elas, melhor do que promover intervenções comportamentais, seria mais interessante incentivar ações positivas visando metas a longo prazo.

Mais conteúdo sobre:
pesquisa comportamento raiva

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.