Preço dos medicamentos sobe até 4,61% no final de março

Reajustes foram determinados para três diferentes faixas de remédios; aumento médio será de 3,18%

Da Redação,

14 de março de 2008 | 12h09

Os medicamentos comercializados no País poderão ser reajustados a partir do dia 31 de março no percentual médio de 3,18%, segundo divulgou a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) nesta sexta-feira, 14.   A Cmed determinou reajustes diferentes para três faixas de remédios distintas. Os percentuais (de até 4,61%, 3,56% e 2,52%) foram definidos de acordo com a competição nos mercados e a participação dos genéricos nas vendas.   Para realizar o reajuste, a Cmed levou em conta o Índice de Preços ao Consumidor Ampliado (IPCA) divulgado pelo IBGE, a produtividade e a variação dos custos do setor. O próximo reajuste está programado para março de 2009.   O órgão calcula que aproximadamente 20 mil medicamentos terão seus preços alterados. Os fitoterápicos e homeopáticos não são submetidos ao reajuste.

Tudo o que sabemos sobre:
reajustemedicamentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.