Preços de remédios podem diminuir 11%

Cerca de 300 apresentações de medicamentos poderão ter redução de 11% no preço cobrado ao consumidor devido à isenção de impostos federais (PIS/Cofins) que foi concedida a mais 72 sustâncias. Com isso, o número de princípios ativos isentos desses tributos sobe para 1.472. A isenção é válida para remédio de uso contínuo e os com tarjas vermelha e preta. Os fabricantes que tenham produtos com direito à isenção devem encaminhar pedido à Agência Nacional de Vigilância Sanitária. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Agencia Estado,

27 de março de 2007 | 10h19

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.