Reuters
Reuters

Prefeito de Buenos Aires declara emergência sanitária por H1N1

Mauricio Macri também informou a decisão de antecipar e estender as férias escolares de inverno

REUTERS

30 Junho 2009 | 17h10

BUENOS AIRES - O prefeito da capital argentina Buenos Aires declarou emergência sanitária nesta terça-feira, 30, para tentar deter a disseminação do vírus de gripe H1N1.  

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

O prefeito Mauricio Macri, que também informou a decisão de antecipar e estender as férias escolares de inverno, pediu aos moradores da cidade que permaneçam em casa pelo maior tempo possível.

Segundo o Ministério da Saúde do país, 26 pessoas morreram vítimas da doença, o que faz da Argentina o terceiro país com mais mortes decorrentes do H1N1, atrás de México e Estados Unidos.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína influenza A (H1N1)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.