Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Prefeitura começa a distribuir senhas para vacina de febre amarela

Controle de senhas distribuídas em cada casa é baseado no número de moradores cadastrados por família no respectivo posto

Marcela Paes, O Estado de S. Paulo

23 Janeiro 2018 | 23h29

Equipes de agentes de saúde da Prefeitura começaram na tarde desta terça-feira, 23, a distribuir senhas para vacinação da febre amarela. Na região da UBS Carlos Gentile, na Cidade Tiradentes, zona leste, a distribuição foi feita por sete equipes que paravam em casas e prédios da região. 

A família do auxiliar de escritório Jame Cleyton Ferreira foi uma das primeiras a receber uma senha. Ele, a mulher e os dois filhos receberam senhas numeradas com a data e o horário em que deverão comparecer à UBS. “Nós vamos todos no dia 25, na parte de manhã. Foi bom porque é feriado e não vamos trabalhar”, diz Ferreira. 

++ Zoo, Safári e Botânico são fechados em SP após macaco ser achado morto

De acordo com a agente Cátia Aparecida da Silva, o controle de senhas distribuídas em cada casa é baseado no número de moradores cadastrados por família no respectivo posto. Segundo as equipes, a maioria dos agentes mora na região e isso dificulta qualquer tipo de fraude. “Se um morador não está cadastrado no posto, mas vive lá, nós damos a senha.” 

A artesã Maria de Lourdes Yamamoto recebeu a visita da equipe da Prefeitura, mas preferiu retirar a senha no posto de saúde. Por tomar remédio de uso contínuo, ela vai passar por uma avaliação médica antes de receber a dose. Mesmo assim, retirou senhas para o filho, a nora e o neto. A expectativa da UBS Carlos Gentile é distribuir 1,5 mil senhas por dia de campanha.

++ ENTENDA: Raio X da febre amarela

Mais conteúdo sobre:
Cidade Tiradentesfebre amarela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.