Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Tiago Queiroz/Estadão - 9/2/2021
Tiago Queiroz/Estadão - 9/2/2021

Prefeitura de São Paulo considera possibilidade de transmissão comunitária da variante Delta

Origem da infecção de paciente que contraiu a cepa não foi identificada; ele não tem histórico de viagens ao exterior ou contato com viajantes

Eduardo Gayer, O Estado de S.Paulo

15 de julho de 2021 | 01h01

A Prefeitura de São Paulo considera a possibilidade de transmissão comunitária da variante Delta do coronavírus, segundo nota enviada à imprensa pela Secretaria Municipal da Saúde. A dúvida persiste porque a origem da infecção pela cepa identificada em um homem de 45 anos não foi confirmada. "Dessa forma, pode-se considerar a possibilidade de transmissão comunitária da variante no município", diz o comunicado.

O paciente que contraiu a variante apresentou os primeiros sintomas em 19 de junho e não tem histórico de viagens ao exterior ou contato com viajantes. Parentes também foram testados, mas a cepa não foi identificada.

A variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia, tem colocado autoridades sanitárias em alerta pelo alto grau de transmissibilidade. Até o momento, porém, estudos indicam que as vacinas contra covid-19 utilizadas no País oferecem proteção à cepa, ainda que, possivelmente em menor grau.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Prefeitura de São Paulocoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.