Nicolas Bock/Bloomberg
Nicolas Bock/Bloomberg

Prefeitura de SP decide começar nesta sexta vacinação de idosos com 90 anos ou mais

Imunizante estará disponível em todas as unidades básicas de saúde e também será possível solicitar a aplicação de doses em casa para quem tiver restrição de mobilidade

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de fevereiro de 2021 | 21h48

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo decidiu antecipar o início da vacinação contra a covid-19 em idosos com 90 anos ou mais para esta sexta-feira, 5. Originalmente, o começo da campanha para este público-alvo estava prevista para a próxima segunda-feira, 8. Para quem tiver restrição de mobilidade, será possível a imunização em casa. A previsão é vacinar cerca de 32 mil idosos nessa faixa etária. 

A orientação é que o idoso vá até a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência e apresente o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), a carteira de vacinação e o Cartão SUS, se tiver. Segundo a gestão Bruno Covas (PSDB), os 468 postos de saúde da capital paulista já têm doses do imunizante. As UBSs podem ser localizadas por meio do link a seguir: buscasaude.prefeitura.sp.gov.br.

Na segunda, além de toda a rede municipal de saúde, também haverá cinco locais em que os idosos poderão ser vacinados sem sair do carro, no sistema drive-thru. Esses locais são:

  • Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu (zona oeste)
  • Neo Química Arena Corinthians, (zona leste)
  • Autódromo de Interlagos, na rua Jacinto Júlio, Portão EHN (zona sul)
  • Centro de Exposições do Anhembi - rua Olavo Fontoura, portão 38 (zona norte)
  • Igreja Boas Novas - rua Marechal Malet, 611, Parque da Vila Prudente (zona leste)

Também será realizada em quatro centros-escolas do município. A vacinação nos drive-thrus ocorrerá de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Nas UBSs e nos centros-escolas, das 7h às 19h. Os idosos, suas famílias ou qualquer um que seja do público previsto na campanha pode realizar o pré-cadastramento para a vacinação no site Vacina Já. Segundo a Prefeitura, não é um agendamento e o uso não é obrigatório para receber o imunizante. 

A capital paulista já vacinou os idosos em instituições de longa permanência, como asilos. De acordo com a gestão Covas,  24.171 idosos em casas desse tipo já foram imunizados na cidade. A previsão é aplicar doses em pessoas com mais de 85 anos a partir de 15 de fevereiro. O calendário para as demais idades ainda será detalhado. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.