Werther Santana/ Estadão
Werther Santana/ Estadão

Prefeitura do Rio suspende feiras livres durante 10 dias

'É um freio de arrumação importante para que evitemos aglomerações', afirmou o prefeito Marcelo Crivella

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

22 de abril de 2020 | 22h16

RIO - A Prefeitura do Rio de Janeiro determinou nesta quarta-feira, 22, a suspensão das feiras livres durante 10 dias, para evitar aglomeração e, assim, conter a propagação do novo coronavírus. Nesse período, as 162 feiras livres autorizadas pela prefeitura a funcionar em dias e locais fixos, em todos os bairros da cidade, não vão acontecer.

"É um freio de arrumação importante para que evitemos aglomerações e a aceleração do contágio", afirmou o prefeito Marcelo Crivella. "A curva da doença é ascendente e não podemos brincar com a saúde das pessoas. Já houve um sacrifício até agora. Mais um pouco e todos voltaremos à vida normal", concluiu.

Segundo Rogério Bastos, coordenador de feiras da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, durante esse período todos os feirantes serão chamados para conversar e estabelecer estratégias que possam minimizar os possíveis prejuízos causados pela suspensão do trabalho. "A prevenção é necessária, mas vamos ter toda a atenção com esses trabalhadores", afirmou Bastos.

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.