Chris Jackson / POOL / AFP
Chris Jackson / POOL / AFP

Primeira dose da vacina da Pfizer é 85% eficaz após 2 a 4 semanas, mostra estudo

Pesquisa publicada na revista científica The Lancet foi realizada com profissionais de saúde do maior hospital de Israel

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2021 | 10h57

JERUSALÉM - A primeira dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech tem 85% de eficácia duas a quatro semanas após sua administração, segundo estudo da revista científica The Lancet realizado com profissionais de saúde do maior hospital de Israel.

O país lançou uma grande campanha de vacinação contra a covid-19 em 19 de dezembro após um acordo com a Pfizer que permitiu a Israel obter rapidamente milhões de doses em troca do fornecimento de dados biomédicos sobre o efeito da vacina.

Até o momento, 4,23 milhões de israelenses (47% da população) receberam pelo menos a primeira dose da vacina, segundo o ministério da Saúde. Destes, 2,85 milhões (32%) já receberam a segunda dose.

Estudos israelenses recentes estimaram a eficácia da vacina em 95% uma semana após a segunda dose. Este novo estudo do Sheba Hospital, localizado perto de Tel-Aviv, considera que a vacina é 85% eficaz entre duas e quatro semanas após a primeira dose.

“Duas a quatro semanas após a (primeira) dose já existe uma forte taxa de eficácia, com uma redução de 85% nos casos sintomáticos”, resumiu Gili Regev-Yochay, coautor deste estudo em um debate online com jornalistas.

Embora a vacina da Pfizer/BioNTech demonstre eficácia na redução do número de casos sintomáticos de covid-19, a "grande, grande questão" continua sendo saber se ela também reduz a transmissão do vírus, disse Regev-Yochay.

"Estamos trabalhando nisso... e esperamos ter boas notícias em breve", acrescentou./AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.