Primeiro astronauta malaio e muçulmano viaja hoje ao espaço

Sheik Muszaphar realizará experimentos elaborados por cientistas malaios, envolendo gravidade e radiação

Efe,

10 de outubro de 2007 | 09h12

O primeiro astronauta malaio e de religião muçulmana da história, Sheik Muszaphar, viajará nesta quarta-feira ao espaço a partir da base de Baikonur, no Casaquistão. Segundo informou a edição digital do jornal The Star, o lançamento acontece às 19h30 (10h30 de Brasília).   "É um pequeno passo para mim, mas um grande passo para o povo malaio", disse Muszaphar, parafraseando o americano Neil Armstrong, quando pisou a Lua pela primeira vez em 1969.   Muszaphar se sentará na nave russa Soyuz TMA-11 junto ao russo Yuri Malenchenko e a americana Peggy Whitson, com quem chegará na próxima sexta-feira à Estação Espacial Internacional, na qual transcorrerão oito dos dez dias de sua missão e onde lhes esperam os membros da tripulação. O cirurgião ortopedista de 35 anos foi escolhido para esta missão após vários meses de treinamento em bases russas e americanas.   Muszaphar realizará experimentos elaborados por cientistas malaios, como o estudo do efeito da microgravidade e a radiação espacial nas células e nos micróbios, assim como o possível uso de proteínas como vacina para o vírus HIV. A participação da Malásia nesta expedição faz parte do acordo pelo qual a Rússia lhe vendeu vários caças para sua Força Aérea.   A Rússia, que celebrou no dia 4 de outubro o 50º aniversário do primeiro lançamento ao Espaço de um satélite artificial, o Sputnik, construiu a base no deserto do Casaquistão durante a época soviética e, após o colapso da URSS em 1991, continua alugando as instalações para usá-las em seu programa espacial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.