Primeiros dinossauros tinham tamanho de gato, diz estudo

Pequenas pegadas achadas na Polônia mostram que os primeiros dinossauros eram animais diminutos e quadrúpedes e, provavelmente, só passaram a dominar o mundo depois que uma extinção em massa acabou com muitos grandes répteis, disseram cientistas na terça-feira.

REUTERS

05 Outubro 2010 | 21h36

As pegadas de 250 milhões de anos são as mais antigas marcas já encontradas dos dinossauros, segundo Stephen Brusatte, do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e seus colegas.

O animal tinha mais ou menos o tamanho de um gato doméstico pequeno, disseram eles, e teria vivido perto de rios, onde crocodilianos maiores prosperavam.

"Descrevemos os fósseis indiscutivelmente mais antigos da linhagem dos dinossauros: pegadas da época Triássica Inferior (há cerca de 250 milhões de anos) na Polônia", escreveu a equipe em artigo na revista Proceedings of the Royal Society B., editada pela Real Sociedade britânica.

"Essas pegadas, junto com as de dois outros lugares ligeiramente mais jovens, fornecem importantes informações sobre a origem e o começo da história evolutiva dos dinossauros."

"Elas indicam que os primeiros parentes dos dinossauros eram animais extremamente pequenos, com pés de poucos centímetros de comprimento, que caminhavam sobre quatro patas e eram notavelmente raros em comparação aos répteis contemporâneos."

Ironicamente, os fósseis indicam que uma extinção em massa permitiu que os dinossauros, pequenos e raros, proliferassem -- algo que praticamente se repetiu há 65 milhões de anos, quando um asteroide e episódios vulcânicos levaram os próprios dinossauros à extinção e permitiram a ascensão dos mamíferos.

"O que é mais radical é que as novas pegadas são apenas ligeiramente posteriores à maior extinção em massa de todos os tempos (o evento permiano-triássico), sugerindo que a origem dos dinossauros ocorreu imediatamente após essa catástrofe", escreveram os pesquisadores.

Eles também localizaram pegadas com 246 milhões de anos, feita por dinossauros bípedes chamados "Sphingopus" -- mais antiga evidência de dinossauros sobre duas pernas.

"Nos primeiros 20 a 50 milhões de anos da história dos dinossauros, os dinossauros e seus parentes mais próximos viviam à sombra dos seus primos afins aos crocodilos, que eram muito mais diversos, bem sucedidos e abundantes", disse Brusatte em nota à imprensa.

"Os dinossauros mais antigos eram pequenos e raros."

(Reportagem de Maggie Fox)

Mais conteúdo sobre:
CIENCIADINOGATOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.