Processos contra médicos aumentam 17 vezes em 7 anos

Superior Tribunal de Justiça vem aplicando o Código de Defesa do Consumidor a casos de erro médico

Emílio Santanna, de O Estado de S. Paulo,

12 de novembro de 2008 | 17h41

Em sete anos, os processos judiciais por erros médicos que chegaram ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) aumentaram nada menos do que 17 vezes. Em 2001, eram 23 processos. Até o final de outubro deste ano, já somavam 360 - a maioria questionando a responsabilidade civil dos profissionais.   O entendimento do STJ, nesses casos, tem sido empregar o Código de Defesa do Consumidor (CDC) e em muitas das vezes inverter o ônus da prova. Ou seja, o médico denunciado fica obrigado a apresentar as provas de que não cometeu nenhuma irregularidade.   Leia esta reportagem na íntegra na edição de quinta-feira de o Estado de S. Paulo    

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.