Produção de Tamiflu supera demanda dos governos, diz Roche

Segundo diretor, laboratório cumpre prazo de entregas "com folga" e estuda diminuir produção em 2010

Efe,

07 Setembro 2009 | 10h30

A capacidade de produção do antiviral Tamiflu, utilizado no tratamento contra o vírus A, causador da gripe suína, está acima do esperado e vai superar a demanda dos governos pelo remédio, assegurou nesta segunda-feira, 7, o diretor-executivo da divisão farmacêutica, dos laboratórios Roche, William Burns.

 

"Estamos à frente da demanda", afirmou o diretor. Segundo Burns, a farmacêutica satisfez até o momento os pedidos de 96 países, aos quais entregou um total de 270 milhões de tratamentos desde 2004. O Tamiflu também foi recomendado durante o surto de gripe aviária em humanos.

 

O executivo disse que, até o final do ano, a capacidade de produção do antiviral será de 33 milhões de tratamentos por mês e que, por enquanto, a companhia cumpre com seu calendário de entregas "com folga".

 

"A demanda muda dia a dia", reconheceu, para depois afirmar que se a Roche continuar produzindo acima da demanda até dezembro, diminuirá sua produção do medicamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.