Programa de informática é desenvolvido para prever surtos de cólera

Software permite identificar os padrões típicos de um surto de cólera e determinar as regiões-chave para controlar a extensão da doença

Efe

11 Agosto 2011 | 08h45

WASHINGTON - Um novo programa de informática pode prever onde há mais probabilidade de haver um surto de cólera, algo que facilitaria o combate contra a doença em países como o Haiti, segundo informou em comunicado a Universidade de Ohio (EUA).

 

Uma equipe de pesquisadores desta universidade e do Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) trabalha neste projeto, que permite identificar os padrões típicos de um surto de cólera e determinar as regiões-chave para controlar a extensão da doença.

 

Ao redor de 100 mil pessoas morrem todos os anos de cólera, uma doença que se alastrou no Haiti após o devastador terremoto de 2010.

 

O objetivo dos pesquisadores é que o programa indique exatamente onde ocorrerá o seguinte surto da doença, a partir do estudo de fatores como a população, a água, os deslocamentos e o clima.

 

Deste modo, poderiam ser aproveitados ao máximo os recursos destinados a prevenir e combater uma doença da qual só no Haiti foram registrados 1 mil novos casos por dia em junho, quando começou a estação de chuvas.

 

Os pesquisadores esperam obter no outono (no Hemisfério Norte) novos avanços em seu projeto, que pode aplicar-se não só no Haiti, mas também na República Democrática do Congo e no sudeste da Ásia, onde o cólera é uma doença comum.

 

O cólera é uma infecção bacteriana do intestino que causa vômitos e diarreia e que se não for tratada pode provocar a morte por desidratação.

 

São registrados entre três e cinco milhões de novos casos de cólera por ano em todo o mundo.

Mais conteúdo sobre:
cólerasaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.