Proibição de fumo 'levou 400 mil britânicos a largar cigarro'

Para pesquisadores, queda no número de fumantes 'pode salvar 40 mil vidas'.

Da BBC Brasil, BBC

30 de junho de 2008 | 15h51

A lei que proíbe o fumo em lugares públicos na Grã-Bretanha, introduzida há um ano, aumentou de forma dramática o número de pessoas que abandonaram o cigarro no país, segundo uma pesquisa.O estudo, financiado pela entidade beneficente Cancer Research UK, de fomento à pesquisa sobre o câncer, estimou que cerca de 400 mil pessoas deixaram de fumar após a lei ter entrado em vigor.Os pesquisadores calculam que isto poderia ajudar a salvar por volta de 40 mil vidas nos próximos dez anos.Foram pesquisadas 32 mil pessoas. De acordo com o trabalho, desse grupo 5,5% das pessoas pararam de fumar nos nove meses que se seguiram à proibição. Nos nove meses anteriores à proibição, do grupo pesquisado 1,6% pararam de fumar.Os pesquisadores concluíram que o aumento de pessoas que pararam de fumar se deu principalmente por causa da proibição do fumo em locais públicos e projetaram os números para a população total do país, chegando aos 400 mil. Segundo o Departamento de Saúde britânico, o período de 12 meses posterior à entrada em vigor da legislação foi um sucesso, com quase 100% de obediência à lei pela população.Mais LeisO especialista da Cancer Research UK Robert West, autor da pesquisa, disse que não esperava tamanho impacto."Esses números mostram a maior queda no número de fumantes já registrada", disse. "O efeito tem sido o mesmo em todos os grupos sociais, pobres e ricos." Jean King, diretor de controle de tabaco da organização, disse: "Os resultados mostram que as leis anti-fumo animaram os fumantes a deixar (o hábito)"."Essas leis estão salvando vidas e não devemos esquecer que a metade de todos os fumantes morre de doenças relacionadas ao (consumo de) tabaco".Outros estudos sugeriram que as vendas de cigarros caíram bruscamente no último ano, com 1,93 bilhão a menos de cigarros vendidos na Inglaterra e 220 mil a menos vendidos na Escócia.Segundo o grupo que faz pressão para controle sobre o tabaco ASH, uma pesquisa feita pela entidade revelou que a maioria da população é hoje favorável a mais leis anti-fumo.Entre as medidas estariam, por exemplo, uma proibição do fumo em carros com crianças e a abolição das máquinas que vendem cigarros.A proibição do fumo em lugares públicos no País de Gales entrou em vigor alguns meses antes da lei inglesa. Dados publicados pela administração local indicam que o número de ataques cardíacos entre outubro e dezembro de 2007 caiu 13% em relação ao mesmo período no ano anterior.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.