Proibição ou liberação não altera taxa de abortos, diz estudo

Em média, 90% das mulheres do mundo farão um aborto entre os 15 e os 45 anos, de acordo com os dados

Associated Press,

11 de outubro de 2007 | 20h10

A probabilidade de uma mulher fazer um aborto é a mesma em países onde a prática é legal e em países onde o aborto é crime, afirma pesquisa a ser publicada nesta sexta-feira, 12.   Em um estudo que examina as taxas mundiais de aborto de 1995 a 2003, especialistas descobriram, ainda, que os índices são virtualmente iguais nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, e que metade dos abortos realizados no mundo é insegura.   O trabalho foi conduzido por Gilda Sedgh, pesquisadora do Instituto Guttmacher dos Estados Unidos, e colegas da Organização Mundial de Saúde (OMS). Foi publicado em uma edição espacial da revista médica The Lancet sobre saúde materna.   A taxa de abortos por 1000 mulheres, em 2003, foi semelhante na maioria das grandes regiões do mundo - África, Ásia, Europa e América Latina - ficando entre 28 e 35. Foi menor da América do Norte (21) e na Oceania (17). A menor tyaxa mundial foi a da Europa Ocidental (12) e a maior, na Europa Oriental (44).   "O status legal do aborto nunca dissuadiu mulheres e casais que, por qualquer razão, buscam pôr fim à gravidez", escreve Beth Fredrick, da Coalizão Internacional da Saúde da Mulher, em um comentário que acompanha o artigo.   Abortos respondem por cerca de 13% da mortalidade materna em todo o mundo. Cerca de 70.000 mulheres morrem a cada ano em abortos inseguros. Cinco milhões ficam feridas, de forma temporária ou permanente.   O número de abortos no mundo caiu um pouco, de 46 milhões, em 1995, para 42 milhões em 2003. "O único meio de reduzir o aborto inseguro é aumentar a contracepção", disse Sharon Camp, presidente do Guttmacher. Ela disse que mais países estão autorizando o aborto legal, mas que muitas mulheres só recebem atenção médica quando algo sai errado.   A vasta maioria dos abortos - 35 milhões - se deu em países em desenvolvimento, e cerca de 97% dos abortos inseguros ocorreram em países pobres. Em todo o mundo, 20% das gestações acabam em aborto.   Em média, 90% das mulheres do mundo farão um aborto entre os 15 e os 45 anos. Essa proporção é uma média, o que permite prever que algumas mulheres farão muitos abortos e outras, nenhum.

Tudo o que sabemos sobre:
lancetabortooms

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.