Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Projeção indica aumento de 50% no número de casos de coronavírus em dez dias

Total pode chegar aos 40 mil neste período, segundo o Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2020 | 19h14

RIO - O número de casos confirmados da covid-19 no Brasil pode aumentar 50% nos próximos dez dias, chegando a um total de cerca de 40 mil. A projeção é do Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (Nois), grupo que reúne pesquisadores da USP, PUC, UFRJ e Fiocruz dentre outras instituições e vem fazendo projeções regulares sobre a epidemia.

De acordo com a nota técnica número 8, divulgada nesta quarta-feira, 15, num cenário mediano, o número de casos chegaria a 38 mil. Num cenário mais otimista, a 36 mil casos. O grupo trabalha com a perspectiva de que o número de casos oficialmente registrado pelo governo representa apenas 8% do total real - uma vez que não há testes de diagnóstico para uma testagem em massa.

Em São Paulo, a previsão é de que o número de casos de coronavírus ultrapasse os 14 mil em dez dias (podendo ficar abaixo dos 13 mil ou ultrapassar os 15 mil, dependendo do cenário). No Rio de Janeiro, o número de casos deve ultrapassar os 5 mil (podendo variar entre 6 mil e pouco menos de 5 mil). Os dois estados concentram a grande maioria dos casos registrados no Brasil.

Para projetar o avanço da epidemia no Brasil e os diferentes cenários, o grupo usa como base os números de países com uma evolução similar da epidemia. Na análise dos especialistas, as medidas de isolamento social podem estar contribuindo para a evolução mais lenta da epidemia até agora, embora, destaquem, a subnotificação seja muito alta.

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.