Proposta de redução de custos diminui cobertura

A Associação Médica Brasileira e o Conselho Federal de Medicina juntaram-se a entidades de defesa do consumidor para protestar contra a proposta de redução de custos, apresentada pelas empresas de planos de saúde ao Ministério da Saúde. "Se for aprovada, haverá redução na cobertura, menos serviços oferecidos. Não se pode reduzir custos comprometendo a saúde", desabafou Maria Inês Dolci, coordenadora da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.