Jake Ingle/Unsplash
Jake Ingle/Unsplash

Quanto peso podemos carregar na mochila sem prejudicar as costas?

De acordo com o ortopedista Alexandre Fogaça, com o tempo, esforço pode gerar um desgaste prematuro da coluna

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de março de 2022 | 05h00

No Pergunte ao Especialista desta semana, vamos falar sobre dor de coluna. Tem uma dúvida sobre saúde, bem-estar, exercício físico ou nutrição? Escreva para ana.lourenco@estadao.com ou para o Instagram @bemestarestadao

Sempre carrego muita coisa na bolsa, e isso tem me incomodado. De que forma isso pode ser prejudicial à minha saúde? 

Denise Werner, São Paulo

Responde Alexandre Fogaça, ortopedista

Qualquer pessoa, tendo ela problema de coluna ou não, não deve carregar muito peso. Há alguns trabalhos que mostram que as pessoas que levam mochila para a escola, principalmente crianças e adolescentes, não devem carregar mais do que 10% do peso do corpo da mochila. Então se a criança pesa 30 kg, a mochila não pode pesar mais do que 3 kg. Se for carregar mais peso do que isso, o ideal é que ela use uma mochila de rodinhas, de forma que ela puxe e não carregue esse conteúdo pesado. 

O tipo de mochila também é importante. Ela deve ter, pelo menos duas presilhas, uma em cada ombro, e de preferência, uma terceira na cintura. Suas alças devem ser acolchoadas e estar bem ajustadas ao corpo, sendo apoiadas sobre as costas.

Você não deve carregá-la de um lado só. No caso de bolsas, é legal fazer uma revisão do que você carrega, para não levar peso desnecessário, mas somente o que usará naquele dia. Também é interessante alternar o lado que carrega a bolsa para não forçar sempre o mesmo ombro. 

O uso errado da bolsa erroneamente acaba por gerar uma dor muscular. Com o tempo, pode levar a um desgaste prematuro da coluna e ainda ao desgaste do disco, das articulações, e pode causar problemas como hérnia de disco e artrose. Em alguns casos, pode potencializar desvios da coluna e piorar uma escoliose ou lordose que a pessoa já tenha.

Tudo o que sabemos sobre:
dorortopedia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.