Quase 30% dos usuários do SUS-SP esperam até 6 meses por um exame

Outro problema apontado por 33,2% dos paulistas entrevistados é a falta de vacinas para crianças

estadão.com.br

21 Junho 2010 | 20h07

SÃO PAULO - A mais recente 'Pesquisa de Satisfação dos Usuários do SUS-SP', feita com pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) para avaliar os serviços prestados no Estado de São Paulo, revela que 29,3% das pessoas chegam a esperar de 21 dias a 6 meses por um exame ou procedimento solicitado em consulta médica.  

  

Outro problema apontado pelos entrevistados - por cartão-resposta, telefone e site - é a falta de vacinas no Estado. Segundo 10.663 pais consultados nessa questão, 33,2% disseram que faltam vacinas para crianças nas unidades públicas de saúde e 28,1% queixaram-se do horário de atendimento.

Quanto à realização de procedimentos para aliviar a dor durante o trabalho de parto, 24,2% das mulheres afirmaram que receberam anestesia raquidiana ou peridural nas costas; 18,6%, anestesia local; 14,4%, banho morno, massagem ou exercício; e 42,8%, remédios.

Foram avaliados, ao todo, serviços como internação, partos hospitalares, atendimento ambulatorial para realização de procedimentos de alto custo, atendimento ambulatorial para fornecimento de medicamentos de alto custo e vacinação no primeiro ano de idade.

Segundo a assessoria da Secretaria de Estado da Saúde, as anestesias raquidiana e peridural são dadas apenas em casos de cesarianas. Como a grande maioria dos partos feitos pelo SUS é normal, a quantidade de anestesias dadas para diminuir a dor no parto é pequena.

Sobre a falta de vacina no Estado, a secretaria está entrando em contato com os municípios pra ver se o problema é pontual, pois, de acordo com a assessoria, não há registros de que há falta de doses ou problemas na distribuição.

 

Veja a pesquisa na íntegra.

Mais conteúdo sobre:
SUS Secretaria de Estado da Saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.