Miguel SCHINCARIOL / AFP
Miguel SCHINCARIOL / AFP

Quatro cemitérios de São Paulo passam a realizar sepultamentos até as 22 horas

Os sepultamentos noturnos são realizados nas unidades da Vila Formosa, na zona leste, São Luiz, na zona sul, Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte, e São Pedro, zona leste. Cidade tem média de 150 óbitos por covid por dia

Marco Antônio Carvalho, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2021 | 23h43

Quatro cemitérios públicos da cidade de São Paulo passaram a realizar sepultamentos até as 22 horas a partir da noite desta quinta-feira, 25. A decisão da Prefeitura visa a “otimizar o serviço de sepultamento diário, a fim de amenizar o sofrimento dos familiares e garantir dignidade no momento do sepultamento”, explicou a gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB).

Os sepultamentos noturnos são realizados nas unidades da Vila Formosa, na zona leste, São Luiz, na zona sul, Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte, e São Pedro, zona leste. Outros 18 cemitérios públicos seguem realizando sepultamento até as 18 horas. 

A Prefeitura disse ter contratado 50 novos sepultadores, que iniciarão o trabalho de auxílio nas unidades em que o tempo de sepultamento será estendido. O Estado de São Paulo passa pelo seu pior momento na crise da covid-19 e tem média de 475 óbitos em decorrência da doença por dia. Na cidade de São Paulo, a média está em 150 vítimas diárias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.