Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Quatro em cada dez cidades paulistas não registraram morte por covid-19 na última semana

De acordo com dados divulgados pelo governo do Estado, 288 cidades não contabilizaram óbitos pela doença no período. Indicadores de internações também estão em queda

Mariana Hallal, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2021 | 17h05

Na última semana, 288 cidades de São Paulo não registraram óbito por covid-19. O dado foi divulgado pelo vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 21.

“A vacinação, além de diminuir as internações, também está reduzindo o número de mortes em São Paulo”, afirmou Garcia. Os dados referem-se ao período entre 14 e 21 de julho. Até a manhã desta quarta, 24.053.468 pessoas tinham recebido a primeira dose da vacina no Estado e outras 8.649.430 estavam completamente imunizadas.

Além disso, o número de internações dos últimos sete dias é o menor do ano. Em média, 1.403 pessoas foram admitidas em leitos de UTI do Estado entre os dias 15 e 21 de julho.  Apesar da queda, o total de internados ainda é alto e 6.920 pessoas estão em terapia intensiva em São Paulo. Até 26 de fevereiro, antes da segunda onda, o número era mais baixo.

A melhora nos índices só deve se refletir na flexibilização das restrições no próximo mês. A secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, afirmou que as medidas permanecerão as mesmas até o fim de julho, mas que o Estado divulgará novos protocolos para o mês de agosto na semana que vem.

São Paulo registrou 483 óbitos por covid-19 nas últimas 24 horas. No mesmo período, o número de novas infecções foi de 18.435. Ao todo, 3.947.574 pessoas já foram infectadas pelo coronavírus no Estado e 135.973 morreram de covid.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.