Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Queda de laje mata um a cada três dias em SP, aponta Secretaria da Saúde

Em 2011, foram registradas 2.649 internações e 136 mortes causadas por quedas acidentais

Estadão.com.br,

24 de fevereiro de 2012 | 18h46

Levantamento da Secretaria da Saúde de São Paulo, divulgado nesta sexta-feira, 24, aponta que uma pessoa morre a cada três dias por queda de laje no Estado de São Paulo.


 

Somente no ano de 2011, foram registradas 2.649 internações causadas por quedas acidentais de estruturas como lajes, balcões ou sacadas, muros, telhados e torres. Desse total, 136 pessoas morreram. No total as internações custaram R$ 3,2 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS) paulista.

 

 

De acordo com a cirurgiã geral Silvana Nigro, gerente do pronto-socorro do hospital estadual do Mandaqui e médica do Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências da Secretaria (Grau), os acidentes são provocados, principalmente, pela ausência de uma estrutura de proteção nesses pavimentos superiores.

 

As quedas podem provocar desde lesões mais leves, como escoriações e contusões, até lesões de coluna, traumatismos de tórax, e crânio.

 

Tudo o que sabemos sobre:
QuedaslajeSecretaria da SaúdeVida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.