Reajuste nos preços dos remédios começa a valer em 9 de abril

As multas para as empresas que desrespeitarem as normas publicadas pela Cmed podem chegar a R$ 3,2 mi

da Redação,

31 de março de 2008 | 13h03

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) informou que o reajuste médio de 3,18% nos preços de cerca de 20 mil medicamentos, que estava previsto para entrar em vigor nesta segunda-feira, 31,  começará a valer no dia 9 de abril. A mudança na data foi publicada na edição da última sexta-feira, 28, do Diário Oficial da União (DOU).   O reajuste foi definido pela Cmed, órgão o governo federal, e se baseia no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado nos últimos 12 meses. Estão previstas três faixas de reajuste, que devem variar entre 2,52% e 4,61%. O aumento foi maior ano passado, quando a variação ficou entre 3,64% e 5,51%.   Medicamentos fitoterápicos, homeopáticos e os incluídos na Resolução Cmed 5, de 2003, e a Resolução Cmed 3, de 2004, não estão incluídos no reajuste. As multas para as empresas que desrespeitarem as normas publicadas pela Cmed podem chegar a R$ 3,2 milhões.   (Com informações da Agência Brasil)

Tudo o que sabemos sobre:
reajustepreço dos medicamentosAnvisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.