Shannon Stapleton/Reuters
Shannon Stapleton/Reuters

Recém-nascido tem resultado positivo para coronavírus em Londres

Mãe estava internada com suspeita de pneumonia. Não se sabe se bebê foi infectado durante o parto ou ainda no útero

Igor Macário, O Estado de S.Paulo

14 de março de 2020 | 13h19

Um recém-nascido foi diagnosticado com coronavírus em Londres, na Inglaterra. O bebê foi testado logo após o parto, por conta da suspeita, também confirmada após o parto, de que sua mãe estaria contaminada pelo vírus. O caso foi revelado na madrugada deste sábado, 14, pelo tablóide britânico The Sun.

A mãe foi internada alguns dias antes do parto com suspeita de pneumonia no hospital universitário North Middlesex, ao norte de Londres. Ainda não se sabe se o bebê foi infectado durante o parto ou ainda no útero da mãe. A criança foi mantida no hospital onde nasceu, enquanto a mãe foi transferida para outra unidade especializada em infecções.

As equipes que tiveram contato com mãe e bebê ingleses receberam indicações para se isolarem até que sejam testadas para o coronavírus.

Ainda assim, o Royal College of Obstetricians & Gynaecologists indica que recém-nascidos não devem ser separados de suas mães e podem ser amamentados normalmente, mesmo em caso de contaminação pelo coronavírus. Segundo a entidade, não há evidências sobre como o vírus é transmitido para o bebê. Também é pouco provável que o coronavírus cause algum problema no desenvolvimento da criança no útero.

Além disso, grávidas não correm mais riscos com uma eventual contaminação e geralmente desenvolvem a forma mais branda da Covid-19. Segundo especialistas consultados pelo Estado, grávidas com suspeita de coronavírus só devem procurar um hospital se apresentarem febre alta e dificuldade para respirar. Com sintomas leves, o melhor é procurar o ginecologista, intensificar hidratação e evitar sair de casa.

A Inglaterra já soma 21 mortos e 1.140 infectados pelo novo coronavírus.

China

Em fevereiro, outro recém-nascido foi diagnosticado 30 horas após o parto com Covid-19 em Wuhan, epicentro do surto de coronavírus na China. A mãe havia sido testada positiva antes do parto.

Tudo o que sabemos sobre:
coronavírusLondres [Inglaterra]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.