Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Região com atrações turísticas, Vale do Ribeira tem 5 casos de febre amarela confirmados

Com confirmações em região que recebe viajantes, Secretaria da Saúde reafirma necessidade de vacinação

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

16 Janeiro 2019 | 17h20

SÃO PAULO - Municípios do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, tiveram cinco casos de febre amarela confirmados nesta quarta-feira, 16, segundo nota divulgada pela Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo. A região costuma atrair turistas no verão por abrigar atrações como a Caverna do Diabo e o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (Petar),

Com as confirmações, a pasta estadual, que já vinha intensificando a vacinação na região, alerta que turistas que pretendem visitar os locais devem se imunizar com pelo menos 10 dias de antecedência à viagem. A imunização também é indicada para qualquer viajante que pretende visitar áreas de matas ou cachoeiras, como o litoral norte de São Paulo. 

De acordo com a secretaria, dos cinco casos confirmados no Vale do Ribeira, quatro ocorreram no município de Eldorado e um em Jacupiranga. Os pacientes estão internados. "Ações de vacinação casa a casa estão sendo programadas em conjunto com as prefeituras, inclusive em comunidades quilombolas, para alcançar pessoas ainda não imunizadas", diz a secretaria, em nota.

No decorrer desta semana, os técnicos da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) também irão realizar ações de captura de mosquitos, para veriticar a presença do vírus nos insetos.

Em todo o Estado, a cobertura da vacina contra a febre amarela é de 65%, mas a recomendação é que todos os cidadãos paulistas se imunizem. A vacina é indicada para pessoas a partir dos 9 meses de idade. Devem consultar o médico sobre a necessidade da vacina os pacientes portadores de HIV positivo e transplantados. Não há indicação de imunização para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses de idade e pacientes com fragilidade no sistema imunológico, como pessoas em tratamento quimioterápico.

Somente no ano passado, 503 pessoas foram infectadas pela febre amarela silvestre no Estado de São Paulo, das quais 176 morreram, segundo balanço da secretaria.

Para Entender

Perguntas e respostas sobre a febre amarela

Como ocorre a infecção? A doença é contagiosa? Quais os sintomas? Clique aqui e confira respostas a outros questionamentos e tudo sobre a infecção por febre amarela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.