Reino Unido registra 1ª morte pela gripe fora das Américas

País segue registrando o maior número de contágios na Europa, com 1.121, seguido de Espanha (488)

Efe, Reuters e AP,

14 Junho 2009 | 16h44

O Reino Unido registrou sua primeira morte por gripe suína neste domingo, 14, relatou a Sky News, citando o porta-voz do governo escocês. Essa é também a primeira morte fora do continente americano, de acordo com os casos da doença confirmados pela OMS e pela ECDC.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

 

O doente, que sofria de outros problemas de saúde, era uma das dez pessoas com a gripe hospitalizadas na Escócia.

"Podemos confirmar que um dos pacientes que estava internado em um hospital e que estava com a gripe morreu hoje", diz uma breve nota do Governo escocês.

 

A União Europeia (UE) detectou 237 novos casos de gripe suína nas últimas 24 horas, sendo 200 deles no Reino Unido, segundo dados divulgados neste domingo, 14, pelo Centro de Prevenção e Controle de Doenças do bloco (ECDC, na sigla em inglês).

 

O Reino Unido segue registrando o maior número de contágios na Europa, com 1.121 (mais da metade do total registrados no continente), seguido de Espanha (488), Alemanha (116), França (78), Itália (67), Holanda (51), Suécia (32) e Suíça (22).

 

Os afetados pela doença na Europa chegaram a 2.096 em 26 países, dos quais 586 foram contagiados em território europeu, informa em comunicado o centro, com sede em Estocolmo.

 

Os dados colhidos pelo ECDC correspondem aos 27 países-membros da UE mais Suíça, Liechtenstein, Islândia e Noruega, e foram atualizados ao meio-dia (de Brasília).

 

A maioria dos casos anunciados desde sexta-feira foi registrada no Reino Unido (200), mas também foram detectados outros em Holanda (16), Itália (8), França (7), Suécia e Grécia (2 cada) e Dinamarca e Romênia (1 cada).

 

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína influenza A (H1N1)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.