Remédio contra câncer é eficaz no tratamento de cegueira de idosos

Avastin poderia melhorar visão de pessoas em degeneração macular, segundo estudo britânico

Efe

11 Junho 2010 | 17h39

LONDRES - Um remédio usado contra o câncer, Avastin, poderia melhorar a visão dos idosos em degeneração macular, segundo estudo publicado no "British Medical Journal".

 

Os cientistas responsáveis pela pesquisa perceberam que o medicamento melhora a visão dos idosos que sofrem de degeneração macular, patologia que surge com a idade e é uma das principais causas de cegueira entre as pessoas mais velhas.

 

A outra vantagem está no preço. O custo do tratamento é de 350 libras anuais (R$ 932), menor do que as 10 mil libras (R$ 26.658) anuais que custa o Lucentis, medicamento prescrito até agora para degeneração macular.

 

No entanto, a pesquisa do Instituto Nacional de Saúde e Excelência Clínica (Nice, na sigla em inglês) está em fase experimental e é cedo ainda para começar a receitar Avastin aos doentes com degeneração macular.

 

O estudo demonstrou que, além de atacar células cancerígenas, o Avastin melhora a visão da maioria dos pacientes até o momento, sem efeitos colaterais.

Mais conteúdo sobre:
ddd

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.