Remédio contra hemorragias é retirado do mercado nos EUA

Estudo revela que o Trasylol aumenta o risco de morte em pacientes de cirurgia cardíaca

Efe,

06 de novembro de 2007 | 04h10

A Administração de Alimentos e Drogas (FDA) dos Estados Unidos retirou do mercado nesta segunda-feira, 5, o remédio Trasylol, depois de um estudo revelar que ele aumenta o risco de vida em pacientes de cirurgia cardíaca. Um comunicado da FDA explicou que a medida foi tomada por solicitação da Bayer, que revelou um aumento do perigo. "A FDA está trabalhando com a Bayer para tirar o Trasylol gradualmente do mercado, de forma a não provocar uma escassez de outros remédios usados com o mesmo objetivo", disse o comunicado. Há duas semanas, cientistas do Instituto da Saúde de Ottawa (Canadá) suspenderam um estudo de Trasylol porque o remédio parecia aumentar o risco de vida em comparação com outros dois também usados para conter hemorragias.

Tudo o que sabemos sobre:
Remédiohemorragia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.