República Dominicana já tem nove casos de cólera confirmados

Dois novos pacientes são um bebê e um homem de 25 anos; epidemia já matou 1.721 no Haiti

Efe

30 Novembro 2010 | 17h31

SANTO DOMINGO - As autoridades de saúde dominicanas informaram na última segunda-feira que o número de casos de infectados por cólera chegou a nove, após dois novos doentes na província de Santiago, a segunda mais importante do país.

Os novos casos correspondem a uma menina de 11 meses e a um homem de 25 anos, ambos haitianos, segundo o ministro da Saúde Pública, Bautista Rojas Gómez. O funcionário assegurou que os dois pacientes têm quadro de saúde estável e estão hospitalizados em dois centros de Santiago.

Ambos residem na comunidade de Estancia del Yaque, no município de Navarrete, província de Santiago, afirmou o ministro. "Eles vivem em uma zona onde há 80 casas aglomerados, e a maioria são haitianos", disse Rojas Gómez.

O anúncio dos dois novos casos de cólera acontece às vésperas de uma grande jornada contra a doença, que é organizada pelas autoridades dominicanas e envolve praticamente todos os setores do país.

A epidemia de cólera causou a morte de mais de 1.700 pessoas no Haiti, número que segundo organismos internacionais pode chegar a 4 mil antes de o surto ser de fato controlado.

Mais conteúdo sobre:
cólera República Dominicana Haiti

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.