Michelle Tribe/ Creative Commons
Michelle Tribe/ Creative Commons

Resolução da Anvisa regulariza coletores menstruais

O material do chamado 'copinho' deve ser atóxico e não pode ter fragrâncias ou inibidores de odores

O Estado de S. Paulo

09 Março 2017 | 22h51

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai publicar nos próximos dias uma nova resolução no Diário Oficial da União que regulariza os coletores menstruais. O chamado "copinho" é um objeto em formato de taça colocado dentro do canal vaginal para coletar o fluxo de sangue durante a menstruação. 

O texto, que atualiza e padroniza procedimentos para regularização de produtos de higiene pessoal descartáveis foi aprovado na terça-feira, 7, durante reunião da diretoria colegiada da Anvisa. Pela nova norma, todo o material que compõe o coletor deve ser atóxico e não pode ter fragrâncias ou inibidores de odores. 

Na rotulagem dos coletores menstruais deverão constar instruções que orientem as mulheres sobre Síndrome do Choque Tóxico (SCT) e modo de uso, com informações sobre a frequência de remoção do produto para descarte do sangue menstrual. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.