Ribeirão Preto começa a combater o Aedes aegypti

No combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti, dois bairros (Parque São Sebastião e Vila Abranches) receberão, a partir da noite de amanhã, dia 17, nebulizações em Ribeirão Preto. Quinta-feira, dia 18, será a vez do Jardim Juliana ser nebulizado. Esses são os locais com maiores índices de infestação do transmissor da dengue na cidade, que tem, até agora, uma epidemia com 1.174 casos confirmados da doença neste ano, além de 1.746 casos suspeitos, para uma população de 563 mil habitantes.

BRÁS HENRIQUE, Agencia Estado

16 Fevereiro 2010 | 15h27

A Secretaria Municipal da Saúde está intensificando o combate ao mosquito para evitar uma explosão de casos entre março e abril. Na região, outras cidades preocupam. Jaboticabal, com cerca de 73 mil habitantes, já tem 452 casos (até o dia 10) de dengue neste ano. Jardinópolis, com 37 mil habitantes, tem cerca de 200 casos.

Mais conteúdo sobre:
Aedes aegypti Ribeirão Preto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.