Divulgação
Divulgação

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Rio confirma duas novas mortes de pacientes com febre amarela

Óbitos chegam a cinco, entre 14 infectados; município com maior número de casos é Casimiro de Abreu e Macaé

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2017 | 20h19

RIO - A secretaria estadual de Saúde do Rio confirmou nesta segunda-feira, 15, mais duas mortes causadas por febre amarela no Estado, nos municípios de Macaé (norte fluminense) e Silva Jardim (Baixada Litorânea). Com essas já são cinco mortes em razão dessa doença no Estado do Rio desde março. Ao todo, 14 pessoas contraíram febre amarela.

O município com maior número de casos é Casimiro de Abreu: sete moradores da cidade contraíram a doença e um deles morreu. Macaé tem dois casos, com uma morte. Outros cinco municípios registraram um caso cada: São Fidélis, São Pedro da Aldeia (mas o morador contraiu a doença em viagem à zona rural de Casimiro de Abreu), Maricá, Porciúncula e Silva Jardim. As outras três mortes registradas no Estado ocorreram nesses três últimos municípios.

Segundo a Prefeitura de Silva Jardim, o morador que morreu em função da doença era um idoso de 76 anos que morava no distrito de Aldeia Velha. Ele não havia tomado a vacina contra febre amarela e apresentou os primeiros sintomas em 17 de abril. Levado inicialmente ao Hospital Municipal de Casimiro de Abreu, ele foi transferido depois para o Hospital Federal dos Servidores do Estado, no centro do Rio, onde morreu em 26 de abril.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.