Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Rio deve chegar a 40 mil casos de covid-19 no início de junho

Dado é do Painel Rio Covid-19, que é mantido pela prefeitura. A cidade contabiliza 2,3 mil mortes e 18.743 casos confirmados da doença

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2020 | 11h26

RIO - Principal foco de infecção pelo novo coronavírus no Estado, com quase 19 mil casos confirmados, o Rio segue com a curva de contaminação ascendente e deve dobrar o total de casos em até dez dias. É o que aponta o Painel Rio Covid-19, mantido pela própria prefeitura, e que monitora os casos na capital fluminense. A cidade contabiliza 2,3 mil mortes por covid-19.

Até essa quinta-feira, 21, o Rio registrava 18.743 casos confirmados, acima dos 16.302 que previa a projeção do Instituto de Matemática da UFRJ, responsável pelos cálculos estatísticos que sustentam o painel. Baseado nos dados efetivos, a nova projeção prevê que a capital atingirá 37,5 mil casos no próximo dia 1º, e ultrapassará a marca de 40 mil entre os dias 2 e 3 de junho.

Apesar disso, já há uma movimentação política para reabrir gradativamente o comércio e os serviços a partir das próximas semanas. O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) sustenta que os números no município apontam para perspectivas de melhora. Esta semana, o governo estadual anunciou um plano de retomada que será baseado nos índices de infecção e ocupação de leitos. A ideia é fazer avaliações semanais.

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.