Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Rio prorroga medidas restritivas até dia 20, mas flexibiliza regras

Academias de ginástica, piscinas e centros de treinamento poderão ter aulas em grupos, mantendo o uso de máscaras e distanciamento; bares, lanchonetes, quiosques da orla e outros podem oferecer consumo a clientes sentados

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

10 de setembro de 2021 | 15h43

RIO - Apesar de manter as medidas de restrição até pelo menos o próximo dia 20, a Prefeitura do Rio flexibilizou nesta sexta-feira, 10, algumas das medidas de contenção à pandemia do coronavírus. A capacidade de lotação de alguns estabelecimentos aumentou graças à diminuição do distanciamento social exigido. Por outro lado, o funcionamento de boates, danceterias e salões de dança segue suspenso.

Pelas regras, academias de ginástica, piscinas e centros de treinamento poderão ter aulas em grupos, desde que seja exigido o uso de máscaras e o distanciamento de um metro. Bares, lanchonetes, restaurantes, quiosques da orla e outros podem oferecer consumo apenas para clientes sentados, com distanciamento mínimo de 1,5 m entre cada conjunto composto por mesa e cadeiras. Locais de uso coletivo, como cinemas, teatros e shopping centers, poderão operar com 60% da capacidade.

No decreto publicado no Diário Oficial do município, a prefeitura também informa que organizadores de eventos em geral podem solicitar a realização de "eventos-teste" com a presença de público. Para tanto, contudo, terão de ser respeitadas uma série de exigências de controle.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.