Rio registra 135 casos de febre amarela em 2018, com 57 mortes

Rio registra 135 casos de febre amarela em 2018, com 57 mortes

Município mais afetado é Angra dos Reis, com 34 ocorrências e 14 óbitos; ao todo, 22 cidades foram atingidas

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

08 Março 2018 | 19h35

RIO - Pelo menos 57 pessoas já morreram no Rio de Janeiro vítimas da febre amarela. O Estado registrou somente neste ano 135 casos da doença. O município mais afetado é Angra dos Reis, com 34 casos e 14 mortes, seguido de Teresópolis, com  17 ocorrências e sete óbitos, e Nova Friburgo, com 11 casos e quatro mortes.

+++ Depois de morte de turista, Suíça faz apelo por vacinação

Ao todo, 22 municípios do Estado já registraram casos da doença, de acordo com o último boletim da Subsecretaria de Vigilância em Saúde. Todos os registros são de febre amarela silvestre (transmitida pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes).

+++ Morte por suposta reação à vacina foi causada pela febre amarela

A meta da secretaria é vacinar 14 milhões de pessoas no Estado. Até agora, aproximadamente 10 milhões já foram imunizadas.

+++ Após morte de macaco, Prefeitura expande vacinação para Itaim Bibi e Morumbi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.