Rio teve 259.392 casos de dengue em 2008

Foram 240 mortes confirmadas e 50 ainda sob investigação em um dos piores surtos da história da região

Fabio M. Michel, do estadao.com.br,

21 de janeiro de 2009 | 19h58

O Estado do Rio de Janeiro notificou 259.392 casos de dengue em 2008, com 240 mortes confirmadas e 50 sob investigação. As informações são da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil do Estado (SESDEC/RJ). Entre as mortes confirmadas, 100 foram por dengue hemorrágica. Os municípios com maior número de casos são Angra dos Reis (10.971), Campos (17.788), Nova Iguaçu (18.376), Duque de Caxias (16.513), São João de Meriti (7.357), Niterói (7.652), Magé (3.546), Belford Roxo (7.574) e Rio de Janeiro (130.888).  Veja também:Confirmados 17 casos de dengue na fronteira Paraguai-BrasilRio tem 42 casos de dengue na primeira quinzena de janeiroCasos de dengue diminuem 89,5% em 2008 em Santos Após 6 meses, São Paulo volta a registrar casos de dengueVibração das asas do Aedes pode ajudar no controle da dengueEspecial: O avanço da dengue  Entre as mortes confirmadas, 159 foram no Rio de Janeiro, 26 em Duque de Caxias, 1 em Miguel Pereira, 6 em Campos, 7 em São João de Meriti, 3 em Paracambi, 6 em Nova Iguaçu, 6 em São Gonçalo, 10 em Angra dos Reis, 3 em Belford Roxo, 1 em Italva, 2 em Itaguaí, 1 em Mangaratiba, 1 em Itaboraí, 2 em Magé, 1 em Cambuci, 1 em Rio Claro, 1 em Seropédica, 1 em Mesquita, 1 em Queimados e 1 em Barra do Piraí.  Segundo a nota, a faixa etária com maior número de notificações (54%) é a de 15 a 49 anos.  Em 2009 - até o dia 21 de janeiro -, o Estado do Rio notificou 117 casos de dengue, com dois óbitos (Itaboraí e Duque de Caxias) sob investigação. Os municípios com maior número de casos até agora são Rio de Janeiro (57), Angra dos Reis (24), Araruama (8), Barra do Piraí (5) e Tanguá (5). Na faixa etária com maior número de notificações (15 a 49 anos) a incidência da infecção passou a ser de 71%.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdedengue

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.