Rir após fertilização in vitro ajuda a engravidar, diz estudo

Chances de gravidez aumentam em até 15% nas mulheres riram, segundo estudo realizado em Israel

Efe

14 de maio de 2008 | 14h16

A mulher que ri após passar por uma fertilização in vitro tem 15% mais chances de engravidar, segundo um estudo realizado por pesquisadores israelenses. Segundo o jornal The Jerusalem Post, a pesquisa contou com a participação de 100 mulheres, que assistiram a um show humorístico logo após receberem óvulos fecundados. Embora todas tenham recebido o mesmo tratamento, aquelas que riram com o espetáculo, protagonizado por um palhaço, apresentaram taxas de gravidez 15% maiores. O autor do estudo, Shevah Friedler, do Centro Médico Assaf Harofeh de Tzrifin, também atua como mímico nas horas vagas, e preside a associação de voluntariado Tzhok Bari (Riso Saudável, em hebraico). "O riso é uma coisa muito séria. Sabe-se que ele ativa o mecanismo corporal que influi nos sistemas imunológico, cardíaco e pulmonar", afirma Friedler. O especialista destaca a "autêntica conexão entre riso e medicina, humor e saúde."

Tudo o que sabemos sobre:
fertilização in vitro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.