Roupas íntimas terão etiquetas para incentivar exames preventivos

Nas cuecas, a etiqueta ressaltará necessidade de realizar exame de prevenção ao câncer de próstata; Nas calcinhas, texto deverá advertir para realização do exame de câncer de colo de útero

Marcela Gonsalves, Central de Notícias

10 Maio 2011 | 19h42

SÃO PAULO - Uma lei aprovada nesta terça-feira, 10, pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, exigirá a colocação de etiquetas em roupas íntimas que alertem para a realização de exames preventivos.

 

Nas cuecas, a etiqueta terá como público alvo homens com mais de 40 anos e ressaltará a necessidade de realizar o exame de prevenção ao câncer de próstata. Nas calcinhas, o texto deverá advertir as mulheres sobre a importância do uso de preservativos e da realização do exame de detecção do câncer de colo de útero. Já nos sutiãs, o aviso colocará a necessidade do autoexame dos seios como forma de detectar o câncer de mama.

 

O projeto original foi proposto em 2009 pelo ex-deputado Barbosa Neto. O texto segue agora para sanção presidencial. A relatora, deputada Sandra Rosado (PSB-RN), apresentou parecer favorável à constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa do projeto.

Mais conteúdo sobre:
exames preventivos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.