RS confirma segunda morte por gripe suína e marca reunião extraordinária

O estado já registra, ao todo, 87 casos notificados de H1N1; até o momento, quatro foram confirmados

Agência Brasil,

10 Junho 2011 | 11h12

BRASÍLIA - A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul confirmou a segunda morte provocada pela influenza A (H1N1) - gripe suína - este ano. A vítima, um homem de 71 anos que morava em Bagé, tinha diabetes e morreu na quinta-feira, 9, após dar entrada na Santa Casa local. O paciente não havia sido vacinado contra a doença.

 

O estado já registra, ao todo, 87 casos notificados de infecção por H1N1. Até o momento, quatro foram confirmados, incluindo uma gestante que responde bem ao tratamento e uma criança que já recebeu alta hospitalar.

 

Em razão do quadro epidemiológico, o secretário de Saúde do RS, Ciro Simoni, convocou uma reunião extraordinária do Comitê Estadual de Enfrentamento da Influenza A (H1N1) para segunda-feira, 13.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.