Rússia levanta veto às importações de verduras da Holanda e Bélgica

País deixou a Espanha e outros quatro membros da União Europeia na lista de espera

Efe

28 Junho 2011 | 14h19

MOSCOU - A Rússia levantou nesta terça-feira, 28, a proibição sobre as importações de hortaliças a partir de dois países da União Europeia, Holanda e Bélgica, e deixou a Espanha e outros quatro membros da UE na lista de espera.

O anúncio foi feito pelo chefe do Serviço Epidemiológico da Rússia, Gennady Onischenko, citado pelas agências russas.

As primeiras importações autorizadas após quase um mês de proibição procedem dos países com os quais a Rússia manteve conversas bilaterais sobre a segurança de sua produção.

O responsável russo explicou que a decisão de permitir a entrada de produtos da Holanda e Bélgica obedece à "confiança passada pelos laboratórios" e à ausência de doentes nesses dois países.

Holanda é o principal exportador de verduras europeias à Rússia, com 30% sobre um total de 2,5 bilhões de euros anuais, explicou Onischenko.

O funcionário advertiu que em caso da retomada da exportação de hortifrutigranjeiros de outros países as companhias holandesas e belgas serão "castigadas severamente".

Segundo Onischenko, na "lista de espera" estão outros cinco países dos sete que já apresentaram a documentação pedida pela Rússia: Espanha, Polônia, Dinamarca, República Tcheca e Lituânia.

O chefe do departamento, que não deu indícios de quando será levantado o veto a esses países, se mostrou cético às possibilidades da Polônia para voltar em breve ao mercado russo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.