Rússia planeja enviar homem à Lua

Projeto inclui mandar primeiro três missões não tripuladas

Efe,

24 de janeiro de 2012 | 12h01

 A Rússia planeja enviar um homem à Lua após finalizar várias missões não tripuladas ao satélite natural da Terra, declarou o diretor geral do consórcio aeroespacial Lávochkin, Victor Jártov.

"Há um renascimento do interesse pela Lua. A Rússia também tem projetos nesse sentido. Foram escolhidos os locais para a aterrissagem das primeiras missões, os polos Norte e Sul do satélite.

As duas primeiras missões não tripuladas - Lua Resurs e Lua Glob - são a repetição dos passos já dados nos passado, nos tempos da União Soviética, mas a experiência adquirida então foi perdida e deve ser recuperada, disse o diretor.

O projeto "Lua-Resurs" será realizado conjuntamente com a Índia, que fornecerá o foguete e o veículo lunar que será levado à superfície da Lua por um módulo de descida fabricado na Rússia.

"Lua-Glob", exclusivamente russa, prevê o lançamento e a aterrissagem de um aparelho que recolherá amostras do pó lunar, bem como a terceira missão, "Lua-Grunt", que à diferença das anteriores "recolherá amostras da terra lunar de maneira seletiva", disse o cientistas.

Concluídas as missões não-tripuladas, a indústria aeroespacial russa iniciará os preparativos para enviar uma nave pilotada ao satélite. "Para isso teremos que preparar primeiramente a infraestrutura. O tempo das visitas passou", disse Jártov em alusão à missão americana de 1969, e acrescentou que "deve-se voar e cumprir funções concretas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.