Rússia retoma lançamento de foguete

A agência espacial da Rússia, a Roskosmos, deu luz verde nesta terça-feira para a retomada do lançamento de seu principal foguete usado para levar satélites ao espaço, depois de descobrir o que causou uma falha no sistema no mês passado.

REUTERS

30 Agosto 2011 | 12h08

A Roskosmos suspendeu na semana passada o uso dos foguetes Proton-M depois que falharam num lançamento em 18 de agosto, fazendo com que o satélite de comunicações Express AM4, de 265 milhões de dólares, entrasse em órbita errada.

Uma comissão de investigação afirmou que o problema foi causado por uma parte do bloco de propulsão do foguete, informou a Roskosmos em um comunicado em seu website www.roscosmos.ru.

"Como resultado dos trabalhos da comissão, foi removida a proibição de lançamentos de foguetes Proton-M com o bloco de propulsão Briz-M", diz o comunicado, acrescentando os reparos recomendados serão feitos.

A nave, que iria transportar combustível, mantimentos e outros suprimentos para a Estação Espacial Internacional e sua equipe de seis tripulantes da Rússia, EUA e Japão, pegou fogo na atmosfera logo depois de ter sido lançada, em 24 de agosto.

Mais conteúdo sobre:
CIENCIA RUSSIA FOGUETE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.