Arquivo/AE
Arquivo/AE

Saiba qual é a melhor forma de encarar as mudanças com o horário de verão

Hospital das Clínicas dá dicas sobre o processo de adaptação na rotina das pessoas

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

14 de outubro de 2011 | 14h24

SÃO PAULO - A partir da zero hora deste domingo, 16, entra em vigor o horário de verão nos Estados do Centro-Oeste, Sul, Sudeste e Distrito Federal e os relógios terão de ser adiantados em uma hora. Para encarar a mudança no relógio, o Hospital das Clínicas dá dicas para a adaptação, principalmente do sono.

Segundo o médico Arnaldo Lichtenstein, do Hospital das Clínicas, o melhor sono ocorre duas a três horas depois de escurecer e por conta da alteração do horário, o hormônio regulador do sono "melatonina", acionado pela falta de luz, é alterado.

"Para se adaptar ao novo horário, o ideal é evitar situações estimulantes no final da tarde ou na parte da noite", afirma, explicando que quanto mais estímulo maior a dificuldade do organismo em relaxar. Ele observa que outros hormônios, como o cortisol e o hormônio do crescimento, também sofrem variações durante o dia.

Evitar o consumo de café ou chá preto é uma das dicas dadas pelo médico do HC. "Exercícios físicos muito extenuantes também devem ser evitados", observa, citando ainda outras atitudes que podem prejudicar o descanso, tais como se alimentar demais no jantar, ir dormir sem comer, tomar banho muito frio ou muito quente, e ler livros ou ver filmes muito estimulantes nas horas que antecedem o sono.

Segundo o médico, outra dúvida comum é em relação aos horários das medicações. "A orientação é seguir o horário do relógio", diz. E complementa com outra dica: aproveitar o final de tarde e início de noite mais claros para fazer atividades prazerosas e caminhadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.