Salvador-BA está em alerta para casos de meningite

Depois de dois casos confirmados de meningite meningocócica, a forma mais grave da doença, com uma morte ocorrida no bairro de Valéria, em Salvador (BA), a Secretaria Municipal de Saúde está em alerta para os casos graves da doença.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

05 Abril 2011 | 12h13

Nos dias 21 e 30 de março, ocorreram dois casos de meningite C, no Distrito Sanitário São Caetano/Valéria. Um paciente morreu e outro continua internado no Hospital Couto Maia. As duas crianças, ambas de 9 anos, frequentavam a escola Professor Afonso Temporal.

Por conta da ocorrência, cerca de 140 estudantes e funcionários da escola receberam o tratamento a base de antibióticos, chamado de quimioprofilaxia, como forma de prevenção contra a meningite meningocócia. Familiares e vizinhos também foram medicados, após um trabalho de investigação das pessoas que tiveram contato direto e contínuo com os pacientes.

Vacinação

Na campanha de vacinação contra meningite C realizada no ano passado em Salvador, foram imunizadas mais de 400 mil pessoas, totalizando uma cobertura de 52,63% da meta a ser alcançada, que era de cerca de 776 mil indivíduos.

Entre as faixas etárias, foram vacinadas mais de 172 mil crianças de 10 a 14 anos (71,52%); quase 152 mil jovens de 15 a 19 anos (60,16%); e cerca de 84 mil pessoas de 20 a 24 anos (29,73%). O baixo índice nos últimos dois casos, por exemplo, mostrou a necessidade para a realização de uma nova campanha, segundo a secretaria.

Mais conteúdo sobre:
meningite vacinação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.