Sandoz recolhe remédio para tratamento de câncer de próstata

Remédio Lectrum pode apresentar variações na quantidade do princípio ativo, segundo a farmacêutica

Agência Estado,

21 Julho 2010 | 10h50

SÃO PAULO - A Sandoz informou na última terça-feira que está recolhendo todos os lotes do medicamento Lectrum (de 3,75 mg e 7,5 mg), usado para o tratamento de câncer da próstata, porque podem apresentar variações na quantidade do princípio ativo.

 

Em comunicado, a empresa diz que não há evidências de que o problema possa causar riscos à saúde dos pacientes. Segundo a farmacêutica, a medida foi preventiva, visando diminuir riscos eventuais nos tratamentos. O remédio era produzido por um fabricante terceirizado.

 

Para as pessoas que têm o remédio em casa, a empresa pede para que entrem em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Sandoz. O número do telefone é o 0800 400 9192.

Mais conteúdo sobre:
Sandoz câncer de próstata Lectrum

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.