Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Santa Casa aprova licença de provedor e alienação de imóvel

Dinheiro do imóvel será usado para garantir empréstimo na Caixa a fim de pagar salários atrasados; provedor está afastado da entidade

Fabiana Cambricoli, O Estado de S. Paulo

23 Dezembro 2014 | 12h57

Em reunião extraordinária realizada na manhã desta terça-feira, 23, a Mesa Administrativa da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo aprovou o pedido de licença do provedor da entidade, Kalil Rocha Abdalla, e autorizou a alienação de um imóvel necessária para a obtenção de um empréstimo na Caixa Econômica Federal.

Caso a alienação não fosse autorizada, a instituição filantrópica não teria verbas para continuar funcionando depois de sexta-feira, dia 26, e planejava iniciar a interrupção gradativa dos serviços do complexo hospitalar a partir da data.

Com a aprovação, o empréstimo de R$ 40 milhões deverá ser efetivado nos próximos dias. O dinheiro será usado para pagar salários atrasados e débitos com fornecedores. A empresa de limpeza já suspendeu o contrato com a Santa Casa e outros três prestadores de serviços ameaçam parar.

Quanto ao provedor, a Mesa aprovou licença de 90 dias (como ele havia pedido) ou até o fim de sindicância interna aberta para apurar possíveis irregularidades na gestão do complexo hospitalar. 

 

Mais conteúdo sobre:
Santa Casa Saúde hospita crise

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.