São 24, e não 21 os casos suspeitos no Brasil, diz governo

Ministério da Saúde corrige dado anterior incluindo novos números do Estado de São Paulo

Central de Notícias,

07 de maio de 2009 | 16h38

O Ministério da Saúde retificou o total de casos suspeitos de influenza A (H1N1), a gripe suína, no Brasil. Estão sendo acompanhadas 24 pessoas, e não 21, como fora anunciado pela pasta às 13h30 desta quinta-feira, 7. A diferença refere-se a três casos de São Paulo, que não foram incluídos na nota emitida mais cedo.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde  

 

São acompanhados 7 pacientes em São Paulo, 3 no Paraná, 3 no Rio de Janeiro, 2 no Distrito Federal, 2 em Goiás e 2 em Santa Catarina. Os Estados do Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco e Rondônia têm um caso cada um. Outros 20 casos são monitorados e 110 já foram descartados.

 

Segundo o ministério, os kits para realização de exames laboratoriais para Influenza A (H1N1) já chegaram aos laboratórios da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, e do Instituto Adolf Lutz, em São Paulo. A análise das amostras dos pacientes deverá começar ainda nesta quinta, 7. O resultado dos exames pode sair a partir de 72 horas.

 

"É preciso ter paciência. Sábado, tão logo os resultados fiquem prontos, faremos a divulgação", disse o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, pela manhã. De acordo com ele, todos os pacientes acompanhados estão em excelente situação de saúde.

Mais conteúdo sobre:
gripe suínainfluenza A(H1N1)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.