Tiago Queiroz/Estadão - 13/01/22
Tiago Queiroz/Estadão - 13/01/22

São Paulo aplica 4ª dose da vacina contra covid em idosos com 60 anos ou mais a partir desta segunda

Público-alvo também poderá ser imunizado contra a gripe a partir da mesma data; Secretaria de Saúde recomenda apresentação de documento de identificação com foto e carteirinha de vacinação

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de abril de 2022 | 17h06

SÃO PAULO – A vacinação com a 4ª dose contra covid-19 em idosos com mais de 60 anos começa nesta segunda-feira, 4, na cidade de São Paulo. O público-alvo também poderá ser imunizado contra a gripe (influenza) a partir da mesma data. Em ambos os casos, a Secretaria Municipal da Saúde recomenda a apresentação do documento de identificação com foto e carteirinha de vacinação.

Como requisito para vacinação contra covid, idosos necessitam ter recebido a terceira aplicação há pelo menos quatro meses. Recentemente, o governo de São Paulo anunciou que a imunização dessa faixa etária começaria no Estado nesta semana.

A Prefeitura também inicia nesta segunda a aplicação da vacina contra o vírus influenza em idosos maiores de 60 anos de idade e em trabalhadores da saúde. A campanha foi antecipada pelo Município para o dia 27 de março e segue até 3 de junho em toda a capital. Em 2021, mais de 5,3 milhões paulistanos foram vacinados contra a gripe.

As vacinas contra covid e influenza, reforçou a Prefeitura, podem ser administradas de forma simultânea na população acima de 12 anos de idade, sem necessidade de intervalo entre as doses. Já crianças de 5 a 11 anos devem aguardar um período de 15 dias entre os dois imunizantes e priorizar a vacinação contra a covid-19.

No caso do público infantil, pais e responsáveis legais devem acompanhar a criança no momento da aplicação, portando também documento de identificação e carteirinha de vacinação. Não existe a necessidade de apresentar o comprovante de residência no ato da vacinação.

A vacina influenza trivalente utilizada no Brasil em 2022 apresenta três tipos de cepas de vírus em combinação e protege contra os subtipos H1N1, H3N2 e linhagem B/Victoria.

A vacinação contra a gripe, assim como a da covid-19, é realizada em todas as unidades básicas de Saúde (UBSs), assistências médicas ambulatoriais (AMAs)/UBSs integradas, megapostos e drive-thrus da capital. Até este sábado, 2, 114,7 mil doses de vacina contra a gripe foram aplicadas na população acima de 70 anos de idade.

Tudo o que sabemos sobre:
coronavírusvacinavacinação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.