São Paulo bate recorde de transplantes em 2006, com 5.735 cirurgias

O ano de 2006 marca um recorde no total de transplantes em São Paulo. É o que aponta a Secretaria de Estado da Saúde, que coordena o sistema estadual de transplantes. Neste ano, até 15 de novembro, já houve 5.735 transplantes de órgãos e córneas consideradas tecidos, a maior marca alcançada por um Estado brasileiro em todos os tempos. São Paulo é responsável por cerca de 45% dos transplantes de todo o Brasil. A cada ano, os números crescem - em 2005 foram 5.076 transplantes, contra 4734 em 2004. Constantemente, a secretaria tem incentivado a doação de órgãos. Atualmente, em parceria com a concessionária Renovias, que administra cinco estradas ligando a região de Campinas ao Circuito das Águas e ao Sul de Minas, há distribuição de recibos de pedágio com mensagens de incentivo. O crescimento de transplantes em São Paulo tem sido puxado pelas córneas. Em 2004, o Banco de Olhos de Sorocaba, considerado o mais capacitado do Brasil, começou a captar córneas na cidade de São Paulo. A fila tem caído ano a ano na cidade - hoje, são 512 pessoas à espera. Neste ano, foram feitos 4.723 transplantes de córnea no Estado.

Agencia Estado,

27 de novembro de 2006 | 13h47

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.